“Num dado momento do tempo, duas pessoas encontram-se num vale, em Marvila. Ou talvez na beira mar do Mar da Palha, na porta de um palácio antigo, à sombra de uma figueira, no átrio de um prédio… São muito diferentes, nunca se viram antes e têm um caminho para seguir. Naquele momento, entre o cruzar e o esconder do olhar tímido, e num ato de coragem inesperado, dizem olá. Percebem que são seres únicos com passados fascinantes, alguns remontando a histórias de livros de teatro. O planeta colocou-as ali, naquele instante, frente a frente, e agora a única possibilidade de avançar é conhecerem-se, saberem das dores e alegrias um do outro e criar algo novo. Este foi o ponto de partida para uma exploração alternativa deste lugar chamado Marvila e conta com a participação de atores profissionais e intérpretes locais, residentes em Marvila, num projeto desenvolvido em conjunto. Usa como base a experiência dos diferentes envolvidos: histórias pessoais e projeções sobre o passado e o futuro da vida na cidade e nos bairros.”

Espetáculo na íntegra

fotos por Sónia Godinho